Um lugar pra quem adora deixar seu espaço organizado e com personalidade. Aqui, você vai encontrar inspirações criativas para decorar sem gastar muito para isso, então… Mãos à obra!

Ideias e reformas

Um lugar pra quem adora deixar seu espaço organizado e com personalidade. Aqui, você vai encontrar inspirações criativas para decorar sem gastar muito para isso, então… Mãos à obra!

14
ago

Pra começar a segundona com curiosidades e conhecimento, hoje o Ideias e Reformas apresenta pra vocês, quais são as Sete Maravilhas do Mundo Antigo, e conta um pouquinho da história de cada uma delas.

Conhecidas através de um poema do poeta grego Antípatro de Sídon, as sete maravilhas do mundo antigo são uma famosa lista de majestosas obras artísticas e arquitetônicas erguidas durante a Antiguidade Clássica.

Outro documento que contém essa famosa lista, é o livro De Septem Orbis Miracullis, do engenheiro grego Filão de Bizâncio.

As Sete Maravilhas do Mundo Antigo

01 – Pirâmides de Gizé

As sete maravilhas do mundo antigo

Construídas no Egito há mais de 4 mil anos, tinham como finalidade servirem de tumbas para as múmias dos faraós Queóps, Quéfren e Mequerinos. Das sete maravilhas, a única que se encontra praticamente intacta é a pirâmide de Queops.

02 – Jardins Suspensos da Babilônia

sete maravilhas

Acredita-se que tenha sido construído na antiga cidade da Babilônia, próximo de onde atualmente se localiza a cidade de Hillah, no Iraque. Nas obras de Josefo, encontram-se citações ao sacerdote babilônico Beroso, que teria escrito em aproximadamente 290 a.C. que os jardins suspensos eram obra do rei neobabilônico Nabucodonosor II.

Por não ter sido comprovada de fato sua existência, suas formas retratadas são inspiradas em diversas citações de escrituras gregas e romanas, onde são descritos os montes arborizados, e suas monumentais colunas de sustentação.

03 – Estátua de Zeus

sete maravilhas

Erguida no século V a.c em homenagem ao Deus da religião grega, a estátua possuía 12 metros de altura e era feita em ouro e marfim, além de ser decorada com várias pedras preciosas. A estátua foi levada para Constantinopla, e segundo relatos, foi destruída num incêndio no ano de 462.

04 – Templo de Ártemis

sete maravilhas

Considerado o maior templo da antiguidade, foi erguido em Éfeso (atual Turquia) em homenagem a deusa grega Ártemis (da caça e protetora dos animais selvagens). Foi construído no ano de 550 ac (a construção durou 120 anos), e tinha 115 m de comprimento por 55 m de largura.

05 – Mausoléu de Halicarnasso

as sete maravilhas do mundo antigo

Reconstrução gráfica do Mausoléu

Ruínas do Mausoléu

O Mausoléu de Halicarnasso era um túmulo luxuoso feito pela rainha Artemísia II, no ano de 353 a.c sobre os restos mortais de seu marido, o rei Mausolo. Vários arquitetos, pintores e escultores famosos fizeram parte da construção desse mausoléu.

06 – Colosso de Rhodes

Essa estátua gigantesca do Deus grego Hélios foi construída no ano de 280 a.c na entrada da Ilha de Rhodes. Feita em bronze, possuía 30 metros de altura e pesava 70 toneladas. Na mão direita do Deus Hélios havia um farol que servia de orientação para os navegantes que por ali passavam. Foi destruída por um terremoto no ano de 225 a.c. onde foi parar no fundo do mar.

07 – Farol de Alexandria

sete maravilhas

Construído pelo Reino Ptolomaico entre 280 e 247 a.C. na cidade de Alexandria (Egito), tinha entre 120 e 137 metros de altura, sendo que por muitos séculos foi uma das estruturas mais altas no mundo. Danificado por três terremotos entre os anos de 956 e 1323, tornou-se uma ruína abandonada.

Até 1480, era a terceira maravilha antiga sobrevivente (depois do Mausoléu de Halicarnasso e da Grande Pirâmide de Gizé), quando então a última de suas pedras remanescentes foi usada para construir a Cidadela de Qaitbay no mesmo local.

 

 

 

Tags: história antiga, historia da arquitetura, obras incríveis, sete maravilhas, sete maravilhas do mundo antigo,

4
ago

Pergolado (ou pérgola) é uma estrutura muito utilizada para decorar pátios e jardins, geralmente construídos em madeira (feitas com vigas paralelas apoiadas em colunas). Porém podem ser feitos de vários materiais, como ferro, bambu e concreto.

A palavra pérgola tem origem no latim antigo, no termo “pergula”, que se refere a uma cobertura protetora. Na Itália os pergolados são muito usados em varandas como uma extensão da estrutura da casa ou em meio a jardins.

varanda com pergolado

(Foto: Pinterest)

Além da função decorativa, servem como proteção para o sol e a chuva, e suporte para vários tipos de plantas trepadeiras. São bastante populares porque proporcionam um ambiente de relaxamento.

Por isso, hoje o Ideias e Reformas tráz várias inspirações para ajudá-los a escolher qual a melhor opção para sua casa!

Inspirações de Pergolado

Piscina

pergolado na piscina

(Foto Decor Facil)

pergolado de madeira

(Foto Pau & Água)

piscina com pergolado

(Foto Pinterest)

pergolado chique

(Foto Tua Casa)

pergolado ao lado da piscina

(Foto Pinterest)

pergolado para piscinas

(Foto Nautilus)

piscina chique

(Foto Pinterest)

Pátio e Jardim

(Foto Habitissimo)

pergolado no jardim

(Foto Pinterest)

(Foto Rosas de Jardim)

pergolado no jardim

(Foto Pinterest)

(Foto Decor Facil)

pergolado no jardim

(Foto Pinterest)

(Foto Rosas de Jardim)

pergolado no jardim

(Foto Pinterest)

pergolado no jardim

(Foto Pinterest)

(Foto Decor Facil)

Até semana que vem!!!

Victor

 

 

Tags: cuidar do jardim, dicas de jardim, fazer um pergolado, jardim, pergola, pergolado,

28
jul

Esse ano realizamos mais um sonho de viagem, um tour por Portugal que já estava sendo programado há algum tempo. Como pode ser visto nos posts do Beto para o Embarque Imediato, o país superou todas as nossas expectativas em relação a cultura, culinária e também arquitetura e arte!

E foi nessa viagem, durante nossa estadia em Coimbra, que encontrei o  melhor hotel da minha vida (até agora)… o Quinta das Lágrimas.

Quinta das Lágrimas

Fachada principal do Quinta das Lágrimas

Além do fato de ser um hotel muito luxuoso, com toda pompa e atendimento que um hotel 5 estrelas pode oferecer, o que mais me chamou atenção foi a história daquele lugar e o romance que por lá aconteceu, considerado pelos portugueses o Romeu e Julieta lusitano.

Foi lá que no século XIV a história de amor proibido entre o Príncipe Pedro e a Donzela Inês de Castro ocorreu…

Foi na Quinta das Lágrimas que Inês chorou pela última vez, ao ser assassinada por 03 três fidalgos contratados pelo pai de Pedro, o Rei Afonso IV, que era contra o casamento pois suas famílias eram rivais. Diz a lenda que o sangue derramado ainda hoje dá cor às pedras da Fonte dos Amores, que nasceu a partir das suas lágrimas.

fonte na quinta das lágrimas

Placa indicativa da Fonte dos Amores

jardins da quinta das lagrimas

Entrada para Fonte dos Amores

quinta da lágrimas

Fonte dos Amores

Também foram nos jardins desse palácio que os dois se encontravam as escondidas, jardins esses que são um show a parte, e nos trazem um misto de paz e melancolia inexplicáveis.

Jardins da Quinta

O Palácio da Quinta das Lágrimas

A Quinta das Lágrimas localiza-se na margem esquerda do Rio Mondego na cidade de Coimbra, e ocupa uma área de 18,3 hectares em torno de um palácio do século XIX, que foi requalificado para se tornar um hotel de luxo.

Vista da entrada do Palácio

O palácio original foi destruído por um violento incêndio em 1879, sendo reconstruído ao estilo dos antigos solares rurais portugueses, com biblioteca e capela. O palácio possui inúmeras salas e varandas, locais perfeitos para uma boa leitura e conversa curtindo a paisagem.

Restaurante da Quinta das Lágrimas

Restaurante da Quinta das Lágrimas onde tomamos o café da manhã

jardins quinta das lágrimas

Restaurante onde tomamos café, visto dos Jardins da Quinta.

Jardins da Quinta das Lágrimas

Anfiteatro ao céu aberto da Quinta das Lágrimas

A biblioteca, forrada com painéis de madeiras exóticas, possui milhares de livros antigos que contam a história de Portugal e da família que hoje, como no passado, recebe os hóspedes nesta casa.

Biblioteca da Quinta das Lágrimas

Biblioteca da Quinta das Lágrimas (detalhe pra minha pose de Aristocrata olhando para os jardins do Palácio hahaha)

Os espaços da Quinta e do Palácio foram recuperados nas décadas de 1980 e década de 1990, pelo arquitecto José Maria Caldeira Cabral.

Em 1995 foi inaugurado o Hotel Quinta das Lágrimas, integrante da rede Relais & Châteaux, considerado como um dos melhores do país. Inclusive, o seu restaurante, o Arcadas, é estrelado no Guia Michelin.

Restaurante Arcadas

Restaurante Arcadas

Tour pelo Palácio

Passear pelo Hall do Palácio e demais cômodos e áreas sociais, é como fazer uma viagem no tempo, através dos objetos, móveis e fotografias…

Sala de Estar

Detalhes por todos os cantos… uma mesa de xadrez

Salão hoje utilizado para conferências e eventos

Vista do Anfiteatro ao céu aberto

Capela do Palácio vista do mezanino

Hall de entrada

Quer sentir um pouco da magia desse lugar, e entender um pouco do que vi e vivi por lá? Então dê o play nesse vídeo lindo, e conheça a Quinta das Lágrimas!!!

Espero que tenham gostado do post de hoje!

Victor

 

Tags: embarque imediato, eurotrip, hotel de luxo, hotel em coimbra, hotel em portugal, portugal, quinta das lágrimas,

24
jul

A casa localizada no bairro Jardim dos Estados, e cenário para a Casa do Papai Noel nos anos 90 e 2005, que encantou o público (principalmente as crianças), vai ganhar uma nova edição. E hoje, o Ideias e Reformas conta um pouquinho do que foi esse momento mágico de Campo Grande MS.

casa do papai noel

(Foto: Fernando Antunes)

Foram duas edições da Casa do Papai Noel, e na primeira delas, ninguém imaginava que fosse fazer tanto sucesso. O arquiteto Luis Pedro Scalise  que estava de mudança marcada para os Estados Unidos, construiu a edificação (em estilo germânico) como forma de despedida dos amigos e familiares.

“Eu não ia conseguir dar tchau para todos, então pensei vou fazer uma casa para falar quem quiser, vem se despedir de mim aqui. Eu fiz a fachada de Natal e além dos amigos que vieram se despedir, veio um monte de gente”, recorda Scalise. (fonte Campo Grande News)

Casa do Papai Noel

(Foto Campo Grande News)

Os correios passaram a deixar pilhas de cartas que eram endereçadas a “Casa do Papai Noel”, e diante da fama que o imóvel ganhou, o arquiteto montou uma equipe, com a ajuda da irmã e demais profissionais, para que pudessem responder, a próprio punho, carta por carta.

No primeiro ano chegaram 45 mil cartas, que eram respondidas acompanhadas de chocolates enviados pela Lacta, no prazo de uma semana. Os pedidos eram variados, e emocionavam o arquiteto e seus amigos. E foram os amigos que realizaram vários desses sonhos como cirurgias, cadeiras de rodas e até passagens aéreas.

No ano de 2005, o local recebeu cerca de 148 mil visitantes, e 180 mil cartas.

A Casa do Papai Noel

Eram 48 cômodos, de lavabo, cozinha, sala de jantar, lavanderia, até quarto do Papai Noel e closet, além de um cinema no último piso que a cada meia hora passava um filme infantil.

Casa do Papai Noel

Interior da Casa do Papai Noel

Interior da Casa do Papai Noel

Interior da Casa do Papai Noel

Interior da Casa do Papai Noel

Interior da Casa do Papai Noel

Esse ano, após diversos pedidos, o arquiteto aceitou o desafio de trazer de volta a Casa do Papai Noel e a magia do Natal para a nossa Cidade Morena.

“Todo ano alguém me pergunta dessa casa. As pessoas passam na frente, lembram da decoração e questionam se o Papai Noel irá voltar. Então esse ano decidi fazer”, conta. (fonte Campo Grande News)

Será cobrado R$ 10,00 pela entrada e todo dinheiro arrecadado será doado para 6 instituições da Capital. 

Hoje em dia o local é escritório do arquiteto Luis Pedro Scalise, e o térreo é destinado à “The House”, loja e galeria que vende peças assinadas pelo arquiteto e do seu acervo de viagens.

Escritório do Arquiteto Luis Pedro Scalise

The House

Vamos aguardar ansiosos a volta desse local mágico que fez história em nossa cidade! <3

Victor

 

Tags: casa do papai noel, decoração de natal, decoração natalina, magia do natal, natal decor, papai noel,