28
ago

Um destino que merece ser visitado novamente – Cidade do México

O Embarque Imediato hoje desembarca na Cidade do México. A capital, conhecida pelos mexicanos como D.F. (Distrito Federal) é enorme! Seja em extensão ou em número de habitantes, com quase 9 milhões de moradores.

Cidade do México

Sobrevoando a Cidade do México

Como Chegar                   

Visitamos a cidade do México após uma semana nas praias da Riviera Maya. Aproveitamos uma promoção da American Airlines e passamos três noites por lá. Caso você esteja saindo do Brasil, as companhias Latam e Aeroméxico oferecem voos diretos. Se você estiver indo para Cancun, tente fazer um stopover (parada) na cidade do México, vai valer a pena!

Onde ficar

Como eram apenas três noites optamos por ficar em um local que pudéssemos acessar os pontos turísticos de forma fácil. Escolhemos o Hotel Plaza Revolucíon que fica a apenas 2 km do centro da Cidade do México, e oferece Wi-Fi gratuito.

Os quartos do Plaza Revolución possuem decoração moderna, TV de tela plana e cofre, embora sejam bem pequenos! Se tiver disponibilidade reserve um quarto maior.  Também incluem um guarda-roupa, telefone e janela, no nosso caso tinha vista para dentro do prédio. Além disso, a propriedade disponibiliza comodidades para passar roupa e secador de cabelo, mediante pedido.

Fachada Hotel Plaza Revolución

Fachada Hotel Plaza Revolución

Fachada Hotel Plaza Revolución

Quarto Hotel Plaza Revolución

Quarto Hotel Plaza Revolución

O que fazer

Compramos um tour privativo com a Diamonds Transportadora para um passeio de sete horas que passaria pela Basílica e também pela Zona Arqueológica. Eles nos buscaram pela manhã e voltamos no meio da tarde.

Basílica da Nossa Senhora de Guadalupe

A Basílica da Nossa Senhora de Guadalupe é o segundo santuário católico mais visitado no mundo, perdendo somente para a Basílica de São Pedro. A Basílica de Guadalupe recebe mais de 20 milhões de visitantes ao longo do ano e inumeráveis peregrinações de todo o México, tendo inclusive, superado a Basílica de São Pedro em número de visitantes no ano de 2006.

Foto: Agencia EL UNIVERSAL/Fernando Ramírez.

O santuário é composto de várias igrejas e capelas, dentre elas as duas basílicas, uma do século XVI, e outra de 1974, cujo projeto é do arquiteto mexicano Pedro Ramírez Vásquez. Esta nova basílica foi construída em razão do afundamento da Antiga devido ao terreno movediço, pois a Cidade do México foi construída em cima de um lago aterrado, o Lago de Texcoco.

A Basílica de Guadalupe, ao ser declarada santuário nacional do México e basílica menor pelo Vaticano, tornou-se um dos primeiros santuários marianos da América Latina. O principal acesso à Basílica é por “La Villa de Guadalupe”, conhecida popularmente como “La Villita”, e fica no norte da cidade do México.

Dentro da Nova Basílica, construída em 1974.

Zona Arqueológica de Tehotiuacan

Acredita-se que cidade tenha sido estabelecida em torno de 100 a.C., sendo que os principais monumentos foram construídos continuamente até cerca de 250 d.C.[1] A cidade pode ter durado até algum momento entre os séculos VII e VIII, mas seus principais monumentos foram saqueados e sistematicamente queimados por volta de 550 d.C. A zona é realmente impressionante. Vale muito a pena a visita!

Dica: Passe protetor solar, leve chapéu e óculos escuros.

City-Tour  http://www.turibus.com.mx

No último dia aproveitamos para conhecer de uma maneira geral a cidade. Entramos naqueles ônibus que você pode subir e descer durante todo o dia entre 10h e 18h. Confiram alguns pontos legais no trajeto:

Museu Frida Kahlo

Uma das atrações mais famosas da Cidade do México é “La casa azul de la Calle Londres”, a casa onde a pintora Frida Kahlo passou grande parte de sua vida. A fachada da casa de Frida Kahlo – onde hoje é um museu que conta a história de sua vida – é toda pintada de azul escuro. Sobre a cor, o poeta Carlos Pellicer disse: “A casa, pintada de azul por dentro e por fora, parece abrigar um pouco de céu.”  

Há no Museu Frida Kahlo uma grande coleção de artefatos pré-hispânicos, prova de admiração de Frida e Diego Rivera (seu amante, artista plástico que vivia numa casa anexa, ao lado da Casa Azul) pela cultura dos seus antepassados.

Como não tínhamos muito tempo, e a fila dobrava a esquina com mais de duas horas de espera decidimos que esse museu ficaria para uma próxima visita na cidade.

Passando em frente ao Museu da Frida Kahlo.

Passando em frente ao Museu da Frida Kahlo.

Monumento à Revolução

Monumento a la Revolución é um monumento que comemora a Revolução Mexicana. Ele está localizado na Plaza de la República, que atravessa o coração das principais vias Paseo de la Reforma e Avenida de los Insurgentes, no centro de Cidade do México.

 

Vista do monumento!

Catedral Metropolitana da Cidade do México

A Catedral Metropolitana da Cidade do México é uma das mais antigas catedrais católicas romanas do continente americano. É a sede episcopal da Arquidiocese do México e, portanto, a catedral primacial do país. Foi construída sobre os escombros de um templo asteca adjacente ao Templo Mayor, no lado norte da Praça da Constituição (ou Zócalo, como também é chamada), no centro da Cidade do México.

Onde sair

Gosta de barzinhos, baladas, restaurantes? A zona Rosa é um local que você pode encontrar tudo isso junto. Basta caminhar pela rua e escolher o local que mais agradar. A maioria dos locais tem o cardápio na porta. 

E ainda tem muito mais! Infelizmente nosso tempo por lá acabou! Mas deu tempo de fazer bastante coisa. Em breve voltaremos!

Até o próximo #Embarqueimediato!

Beto