19
nov

Como escolher as flores do meu buquê?

As flores representam a feminilidade e delicadeza da mulher, e para as mais supersticiosas, elas podem ainda trazer boa sorte para o momento e para a nova vida a dois. Mas como escolher um buquê ideal? Será que deve combinar com a decoração da festa? Posso mesclar várias cores e flores no arranjo? E buquê só com folhagem, será que fica legal? Calma noivinha, não entre em pânico, encontramos dicas incríveis e falamos com quem é expert do assunto. Olha só!

♥ – Por onde começar?

Primeiramente é preciso levar em consideração o estilo da cerimônia e o local, como por exemplo, se vai ser a noite ou de dia, no campo, na praia, em casa ou num salão de festas. Depois disso, a noiva precisa definir qual seu estilo, pois a escolha das flores vão influenciar no formato também do arranjo, que podem ser redondos ao estilo mais tradicional, irregulares e despojados, ou então deitados.

como escolher as flores do buquet

Buquê tradicional

Buquê gótico

Buquê clássico

flores do buque

Buquê colorido

O buquê é a figuração da sua personalidade e não necessariamente precisa combinar com os tons da decoração, muito pelo contrário, deve ser um item pensado com exclusividade. É ali que os convidados vão bater os olhos e ver qual o perfil da noiva, se ela tem um estilo mais romântico, despojado, gótico, moderno, enfim…

A arquiteta de casamento Duanne Moreira sempre procura mostrar fotos de buquês para conhecer e ajudar sua noiva a traçar o perfil dela, afinal, às vezes nem mesmo a gente sabe se definir né?! Então fica a dica pra você encontrar um profissional que busque te entender e que te aponte opções variadas, para que juntas consigam um resultado satisfatório para ambas as partes.

A florista Liane Castro me contou que esses arranjos são sempre montados no dia do casamento e já aconteceu de uma noiva pedir socorro a ela, pois o buquê que tinha feito com outro profissional não havia ficado da maneira desejada, e de última hora ela foi a salvação, e teve que se virar nos 30 para ajudar a noivinha para que o tão sonhado dia não se transformasse em pesadelo!

♥ – Qual o tamanho ideal?

Aqui vale muito a questão do bom senso. Hoje com a internet, vemos tantas fotos lindas que acabamos nos identificando e queremos até copiar. No caso desses arranjos é preciso cuidar para não pegar uma referência que destoa do seu porte físico. Sim, a nossa estatura influencia também no tamanho e formato do buquê.

Uma boa sugestão é optar pelos medianos e quem sabe até fazer um teste em frente ao espelho e ver como você ficaria entrando na cerimônia com determinada flor. Experimente! Na própria floricultura peça para simular um buquê com as flores de sua preferência, para fazer um teste e ver se vai se sentir confortável com a possível escolha. Com os braços dobrados e as flores na mão, certifique-se de que as flores estão na altura do peito, fáceis de serem identificadas e que não estão cobrindo seu rosto.

“A ideia não é o buquê chamar mais atenção do que a noiva, mas compor com o vestido e com todo o estilo do casamento”.

♥ – Minha cor é…

Se optar pelas flores brancas, tons variados de rosa claro ou champagne, pode ter certeza que daqui uns bons anos quando olhar para o seu álbum de fotografia, vai ter a sensação de que ele está moderno, atual, pois essas cores são atemporais e nunca saem de moda.

Pra quem quer ousar, abuse das cores e mescle com tons mais neutros para clarear o buquê. “Eu já fiz um buquê com flores laranja e roxa, ficou bem bonito” – Duanne Moreira

A arquiteta sugere ainda as cores marsala, pink, amarelo e usar bastante verde para uma proposta diferente e alegre.

como escolher as flores do casamento

Marsala

♥ – Períodos de flores mais caras

No casamento as flores são usadas não só para o buquê, mas em boa parte da decoração seja da cerimônia religiosa como no salão de festas. Então se você está pensando em economia, preste a atenção na dica da Lieda e fuja dos meses maio, junho e junho para casar.

“O valor das flores sobe muito nesse período por conta do dia das Mães, dos Namorados e por ser uma período de inverno, quando as flores ficam mais restritas. Uma boa época é optar para casar a partir de agosto, quando ainda é possível conseguir umas flores mais exóticas de inverno e com preços mais acessíveis” – Lieda – florista

flores do casamento

Mas se seu casamento já está agendado para este período, ficamos sabendo que as flores de inverno mais procuradas pelas noivas são as tulipas, que mescladas com folhagem, podem proporcionar um lindo arranjo sem ficar muito pesado no bolso. A gypsofila, mais conhecida como mosquitinho, dá um efeito bem legal no arranjo também e seu preço muda muito pouco nessa época do ano. Outra opção é recorrer a flores do campo, que também possuem um preço mais acessível, assim como o copo de leite, que dá um efeito interessante.

Obs: As profissionais alertaram quanto ao uso dos lírios para fazer os arranjos, pois existem versões com cheiro e sem cheiro, além do que, se o profissional que fizer o arranjo não souber trabalhar com essa flor, pode correr o risco de manchar o vestido da noiva, já que os lírios possuem uma pigmentação no interior da flor, que deve ser removida para evitar acidentes coloridos.

♥ – Arrisque!

“As noivas têm muito medo de usar folhagem, de usar verde. Sendo que o verde dá um caimento legal, faz o buque ficar diferente. Uma folhagem para ser usada sem medo é o eucalipto ou o minieucalipto. As suculentas também são legais de usar, porque dão uma personalidade no buquê”.

Para quem optar em compor o buquê com suculentas, só tome cuidado para não exagerar, pois até o final da cerimônia, você vai querer trocar o noivo por um massagista rsrsrs… é que elas deixam o arranjo mais pesado, o que pode cansar o braço e por isso devem ser usadas com moderação, apenas para dar um visual mais estilizado.

Então partiu descobrir sua flor ideal…até o próximo post.

#FiquePorDentro